sábado, 12 de março de 2016

A CASCA (THE SHELL)

Por Fernando Rocha

Vivem e nos cercam como a pele
Para proteger da completa desolação.
Para os marcarmos visivelmente mais a fundo
Deveríamos estar mortos muitos anos antes dos túmulos.
Mas se virarmos para dentro da própria casca, veremos
A preocupação, o descontentamento e a escassa alegria.
Crescemos e florescemos, mas
Raramente olhamos para o escuro desconhecido,
Que confunde nossos olhos.

Alguns rompem a casca.

Eu acho que há aqueles
Que empurram seus dedos através
Da frágil textura
E a perfuram.
Por meio desta fenda cruel
Olham para todas as cinzas do mundo
Com um olhar desnudado
Eles olham os dois lados: Dentro e fora,
Eles conhecem a si mesmo
E mais ainda estes os dois polos. 

Tradução do poema The Shell escrito por Molly Drake

Nenhum comentário:

Postar um comentário